Select Page

Evangelismo como Estilo de Vida

Se a igreja deve cumprir a Grande Comissão, então o evangelismo como estilo de vida é imperativo. A igreja precisa e deve ter pessoas que estejam comprometidas a ganhar vidas de homens e mulheres à Jesus Cristo. Líderes que estão dispostos a aprender maneiras e métodos de compartilhar o plano da salvação.

Você nunca sabe quando seus líderes são chamados para compartilhar as Evangelho de Cristo. Alguns anos atrás, eu estava voltando do Brasil de uma viagem missionária de três meses. No avião eu senti uma urgência em memorizar o plano de salvação em Português. Eu nunca havia pensado nisso antes. Mas, nessa viagem, no fundo do meu espírito eu senti Deus dizendo, “Comprometa-se a memorizar esses versículos.”. Então nesse vôo de nove horas, eu me comprometi a memorizar, em Português, os versículos do plano da Salvação do livro de Romanos.

Meu pai faleceu alguns meses antes da minha ida ao Brasil. Então quando eu voltei, minha mãe avisou que ela queria ir para Miami. Ela explicou que ela queria ver a casa onde eu cresci e visitar alguns parentes que ainda estavam vivos. Então minha irmã e eu levamos minha mãe para Miami.

Nós encontramos alguns dos meus primos para um jantar uma noite. Enquanto eles foram pegar comida no buffet, eu fiquei para cuidar das bolsas das mulheres. Um dos meus primos ficou comigo. Nós estávamos falando sobre nossa infância em Miami. De repente ele mudou de assunto. Ele disse, “Eu sei que você é um missionário no Brasil.” Eu confirmei. Ele disse, “Fale algo em Espanhol pra mim.” Eu disse a ele que os Brasileiros não falavam Espanhol e sim Português. Então ele disse: “Fala algo em Português pra mim.”

Eu lembrei que Deus me disse pra memorizar, em Português, os versículos do plano da salvação do livro de Romanos. Então eu comecei a citar os versículos para ele em Português pausando para explicar cada versículo. Então eu disse à ele, “Você gostaria de receber Cristo na sua vida como seu único Senhor e Salvador?” Ele disse, “Sim.” Lá mesmo, ele orou para receber Cristo.

Naquela noite eu conduzi quatro primos à fé em Cristo. Tudo porque eu lembrei do que Deus disse, “Memorize em Português os versículos do plano de salvação do livro de Romanos.” Você nunca sabe quando Deus vai te usar ou usar um dos seus líderes para levar alguém à Cristo.

Evangelismo como estilo de vida significa que líderes vivem suas vidas à imagem de Cristo. Uma vida vivida com o propósito expresso de levar as pessoas a receber a Cristo como Senhor e Salvador. Você pode ensinar seus líderes a desenvolver tal estilo de vida. Veja como:
Seja um evangelista. Toda igreja com foco em evangelismo tem um pastor e equipe que são evangelistas. Eles dão o exemplo de evangelismo como um estilo de vida. Dr. W. A. Criswell, um pastor dinâmico que viveu dos anos 50 até a virada do século, declara: “Há um motivo para o crescimento de grandes igrejas. O motivo é o evangelismo; evangelismo no púlpito, na cidade e no país. Evangelismo, a alma e espírito de cada organização e empreendimento da igreja” (Criswell’s Guidebook For Pastors ‘O Guia para Pastores de Criswell’, Broadman, página 229). Eu tenho dito em várias ocasiões que a igreja não vai crescer além da liderança de um pastor ou de um membro da equipe. Ensine seu povo a ser evangelista aplicando  o evangelismo como um estilo de vida.

Ensine os conceitos bíblicos do evangelismo. Existem muitos recursos disponíveis para lhe ajudar nessa empreitada. Utilize o processo que lhe ajude mais. Eu uso duas maneiras principais para levar alguém à fé em Cristo: As Quatro Leis Espirituais (Cruzada para Cristo) e o The Roman Road (A Estrada Romana), que são os versículos do livro de Romanos que lhe ajudam a levar pessoas à Cristo: Romanos 3:23; 6:23; 5:8 e 10:9-10).

Quando eu terminei o Seminário em 1974, eu fui chamado para ser Pastor de uma pequena Igreja Batista do Sul.  Por muitos meses foi uma luta. Eu fiz o possível para fazer tudo que eu sabia fazer para que aquela igreja crescesse. A igreja permaneceu a mesma. Então eu decidi participar de uma conferência evangelística. Eu escutei atentamente conforme os palestrantes compartilhavam suas experiências. Algo começou a acontecer no meu coração.

Naquela noite, eu desci para o restaurante do hotel para jantar. Eu vi um dos palestrantes lá e comecei a conversar com ele. Ele disse, “Me fale sobre sua igreja.” Ele não estava pronto para o que eu compartilharia. Ele me pediu para eu descrever exatamente o que estava diretamente do outro lado da rua da igreja. Eu disse que a igreja estava localizada em uma região residencial. Ele me disse para descrever as pessoas que moravam naquelas casas. Eu disse à ele que eu estava morando lá a apenas quatros meses e não conhecia as pessoas que moravam nas redondezas da igreja. A maioria dos membros da igreja moravam fora daquela área. Ele disse, “O que você precisa fazer é voltar para sua comunidade, sentar nos degraus em frente à sua igreja e decida que você vai falar para aquela pessoa sobre Cristo. Vá essa noite e comece amanhã.”

Eu não voltei para a conferência. As palavras dele tocaram meu coração. Eu dirigi pra casa aquela noite. Na manhã seguinte eu sentei nos degraus em frente à minha igreja e olhei para a casa do outro lado da rua. Eu levantei e fui para a porta e bati. Um homem grande veio à porta. Ele estava com uma cerveja na mão. Ele disse, “O que você quer?” Eu me senti tão intimidado por esse homem. Eu olhei pra ele e disse, “Nada.”  Eu me virei e comecei a ir embora. Ele disse, “Pare! Você não é o pastor da igreja do outro lado da rua?” Eu disse que sim. Ele disse, “O senhor pode entrar? Eu quero te mostrar algo.”

Eu entrei e fiquei admirado com o que eu vi. Ele estava assistindo o 700 Club com Pat Robertson. O homem me disse, “Você pode me explicar o que Ele está dizendo?” Eu expliquei como ele poderia ter um relacionamento com Jesus Cristo. Naquele dia, o homem, sua esposa, e seus dois filhos adolescentes oraram para receber a Cristo.

Conduza os líderes a darem seus testemunhos. Meu coração ardia. Meu espírito estava nas alturas. Naquele dia eu levei três famílias desse bairro para o Senhor. Nos anos seguintes, eu ensinei e treinei novos líderes a evangelizar seus amigos e familiares. Eles fizeram exatamente como eu compartilhei com eles. E por conta disso, nós lideramos a convenção estadual em número de batismos naqueles anos.

O seu povo irá seguir sua liderança. Eles devem ser ensinados como compartilhar sua fé em Jesus Cristo com outros. Eu creio que as pessoas farão aquilo que estão confortáveis. Treinar seus líderes a desenvolver habilidades os ajudarão a superar quaisquer barreiras no testemunhar da fé. Permita que os líderes o observe atuando como um evangelista. Eles sentirão confiantes ao trabalharem com você e ao observá-lo.