Select Page

Motivando para Excelência

Dinâmica de Liderança:

Acredite no melhor das pessoas para obter o melhor das pessoas.

Reconhecimento

Salomão escreveu: “Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.” (Provérbios 25:11) “O homem se alegra na resposta da sua boca, e a palavra, a seu tempo, quão boa é!” (Provérbios 15:23) Todo mundo precisa do notório “tapinha nas costas”. Reconhecimento é uma forma de expressar gratidão pelos outros. Quantos líderes já te disseram: “Pra quê me acabar de trabalhar? Ninguém se importa de verdade.”

Durante uma reunião de pastores os participantes foram encorajados a expressar gratidão àqueles que eram fiéis na obra do Senhor. Um pastor compartilhou sua preocupação sobre o que foi dito. Ele disse: “Não é para nós fazermos as coisas para a glória de Deus e não para o reconhecimento do homem?” Ele está certo. Deus precisa receber toda glória pelo que a igreja faz. Eu perguntei à ele se ele já foi para a entrada da igreja cumprimentar as pessoas que saíam do culto. Ele respondeu que sim. Eu perguntei ao pastor se ele gostava de receber elogios sobre a pregação. “Sim”, o pastor disse. “Eu estaria mentindo se eu dissesse que não.” Ele respondeu a sua própria pergunta! Isso é reconhecimento! Todo mundo precisa disso.

Domingo que vem chame um dos seus obreiros para um canto e diga, “Você significa muito para mim. Eu sou grato pelo o que você está fazendo.” Reconhecimento ergue o espírito.

Tenha cuidado. Se você elogiar um, elogie todos. A aparência de favoritismo é extremamente perigosa. Se certifique que seu reconhecimento é autêntico e justificado.

Muitas vezes me pergunto como outros funcionários se sentem quando um colega de trabalho é declarado o “Funcionário do Mês”. Quando eu vejo esse aviso em restaurantes ou hotéis ou outras empresas, muitas vezes me pergunto: Quantos funcionários tiveram esse reconhecimento? Quantos padrões são diminuídos para reconhecer um funcionário?

Quando um obreiro realizar algo especial, reconheça suas conquistas. A próxima vez que alguém da sua igreja merecer algum tipo de prêmio, convide-o para a frente da igreja, reconheça-o e o dê um forte aperto de mão. Quando alguém receber a Cristo como Salvador, traga seu amigo para a frente e o reconheça por ter ajudado essa pessoa a vir ao Senhor. Reconheça as pessoas pelos seus esforços.

Faça reconhecimentos de forma pública e no privado. É fácil para um pastor ou membro de equipe escrever um bilhete de agradecimento. Escreva algo como a seguir:

“Querido                ,

Esse bilhete é apenas para expressar minha gratidão à você. Eu estou contente que você faz parte da equipe aqui na Primeira Igreja.

Nessa semana durante meu devocional, eu agradecerei ao nosso Senhor por você, seu trabalho e seu ministério. Se você estiver precisando de algo em especial ou algum pedido de oração, por favor me ligue. Eu estarei mais do que feliz em orar por isso com você. Apenas compartilhe seu pedido comigo.

Mais uma vez, obrigado pelo seu serviço e ministério. Sinceramente,

(Seu Nome)”

Muitos pastores fizeram disso uma prática comum em seus ministérios. Um pastor disse: “Literalmente por diversas vezes as pessoas me disseram, ‘Pastor, seu bilhete chegou à mim no momento certo. Obrigado pelas suas orações.'” Esse tipo de reconhecimento é um fator motivador nas vidas de muita gente.

Consistência

A sua igreja está infestada com obreiros inconsistentes? Não se desespere. Muitas igrejas têm o mesmo problema. Obreiros podem ser inconsistentes devido à liderança inconsistente. Quantas vezes já foi dito aos potenciais líderes: “Se você tomar responsabilidade, nós vamos providenciar oportunidades de treinamento para te ajudar”, mesmo sabendo desde o início que tais oportunidades não seriam providenciadas? Isso é hipocrisia. É uma mentira! Muitas pessoas tem boas intenções e querem o bem, mas infelizmente não cumprem o que dizem. Eles não têm sido honestos com sua liderança. Isso é inconsistência.

Vamos avaliar como a inconsistência é ensinada. Líderes são encorajados à frequentar uma reunião de planejamento dos obreiros. O pastor e/ou a equipe participa dessas reuniões? Muitas vezes não. Líderes da igreja dão ênfase na importância de um destaque em serviço comunitário. Se os membros forem, os seus pastores iriam? Se as pessoas podem contar com as outras para serem consistentes, então elas podem ser motivadas.

Muitas vezes a equipe da igreja têm se tornado completamente frustrada com os programas da igreja, especialmente com serviços comunitários. Quando questionados sobre o que acontece nesse tempo, descobre-se que o pastor, o ministro da educação e outros membros da equipe nem foram ajudar. Os obreiros e os membros seguem os exemplos de seus líderes. Quando os líderes da igreja são consistentes em ganhar almas, os demais os seguirão. Membros da igreja expressaram frustração em recusar sua participação. Entretanto, um grande problema em muitas de nossas obras na igreja é a falta de consistência. Quando os obreiros podem contar com seus líderes eles podem ser motivados.